• O futuro dos empregos

    O mundo está mudando, uma nova revolução já começou e o futuro dos empregos precisa ser estudado. Você pode não fazer nada, ou estar preparado para ela.
    Nem tudo no futuro é ruim, tampouco tudo é ótimo. Você irá concorrer com robôs, mas eles não serão melhor do que você em tudo.
    Saiba mais sobre o futuro dos empregos.

    O futuro do trabalho
    O QUE DEVE SUMIR
    Nem tudo vai ficar como está. Muitos empregos já estão desaparecendo. Não é uma questão de tempo. Está acontecendo hoje essa revolução. E ela não começou agora, ela está apenas acelerando.
    Essa revolução e o que ela vai causar, ja vem acontecendo a anos, muitos apenas não querem enxergar.
    A lista amarela para buscar uma informação não existe mais, você usa o google. Os classificados são cada vez menos utilizados para anunciar.
    As informações já mudaram do mundo offline para o online e tiraram muitos empregos, mas agora as máquinas estão chegando também no mundo offline.
    As vezes me perguntam, quais profissões vão sumir, quais profissionais estão ameaçados?
    Algumas respostas são bastante óbvias, outras nem tanto. Mas eu costumo falar que:
    Se você se sente como um robô fazendo as suas atividades, provavelmente um robô irá tomar o seu lugar.
    Seu trabalho pode ser sistematizado, e é repetitivo? Um robô pode tomar o seu lugar.
    Mais do que isso, se o seu trabalho consiste em ser um intermediador de algo? Uma plataforma pode tomar o seu lugar.
    Mais do que o óbvio, como telemarketing, carteiro, contadores… muito mais empregos estão em jogo.
    E mais do que atividades sistêmicas, a inteligência artificial chega para tomar outros empregos que não tínhamos pensado.
    Pense… uma maquina / robô / sistema ou plataforma consegue executar as suas principais tarefas?
    Então é importante você estar de olho nos empregos que podem surgir ou preparado para a revolução que já começou

    O QUE DEVE SURGIR
    Nem tudo é escuridão no futuro dos empregos.Existem novas oportunidades que surgem todos os dias com as mudanças.
    Algumas mais óbvias, como na saúde ou serviços para a terceira idade, com o aumento do número de idosos.
    Outras nem tanto, como coachs e “personais”.
    Cada vez as pessoas precisam aprender mais coisas e mais rápido, talvez o ensino personalizado, via mentores seja um caminho que vem crescendo.
    Personal Trainer é cada dia mais comum, mas e nas outras áreas?
    Já temos personal organizers, personal chefs. Que cuidam da sua organização, seu guarda roupa, sua comida.
    Mas e personais da saúde? Cada vez você terá mais dados de saúde na palma da sua mão. Hoje você já monitora facilmente várias métricas e consegue saber se algo de errado está acontecendo.
    E um personal na área de tecnologia. Tudo está mudando rápido, será que você tem que aprender tudo ou alguém pode ser seu auxiliar nisso?
    Coachs também tem um aumento de demanda. E isso tem como fundamento algo bem peculiar.
    Cada vez mais as pessoas estão trabalhando de casa, interagindo com as tecnologias, fazendo tudo remoto, e isso às vezes as separa dos humanos.
    A necessidade de interação humana gera uma nova área de oportunidades, que coachs acabam explorando.
    E as máquinas, que novas demandas vão nos trazer?
    Certamente vamos precisar de gestores de relacionamentos humanos-máquinas, ajudando cada um a entender o seu papel e se relacionar de forma correta.
    Ninguém está a salvo, ninguém está perdido. Mas existem algumas características de te deixam em vantagem competitiva.

    SE PREPARANDO PARA O FUTURO DOS EMPREGOS
    O futuro dos empregos irá separar os preparados dos superados.
    Você precisa estar pronto, e a melhor forma de fazer isso é desenvolvendo algumas habilidades que não devem facilmente ser substituídas.
    Aprender a planilhar dados no excel não parece uma ideia genial para tentar superar uma máquina. Mas se criativo, essa sim é uma característica que a máquina terá mais dificuldade em te superar.
    Criatividade significa fugir dos padrões e das respostas pré-definidas, o que é difícil para uma máquina que tem suas respostas pré-definidas para conseguir funcionar.
    Saber se conectar e se relacionar com as pessoas é outra característica fundamental. A máquina levará algum tempo para ter empatia, para conseguir interpretar emoções, stress e entender comportamentos humanos com compaixão.
    Mais do que entender os comportamentos dos outros, a capacidade de se conectar consigo mesmo é algo que só você terá. A inteligência intrapessoal, dominar suas emoções, manter o equilíbrio é algo que fará a diferença para os profissionais do futuro.
    E também temos a inteligência interartificial, que consiste na capacidade de reconhecer as limitações humanas, as limitações das máquinas e conseguir extrair o melhor dos dois, saber como conciliar as tarefas entre as diferentes inteligências e entender seus potenciais.
    Mais do que ter medo das máquinas e da inteligência artificial, o importante e entender tudo isso, se preparar e estar disposto a mudar.
    Quem quiser continuar fazendo a mesma coisa que faz pelo resto da sua vida tem grande chance de ser superado por um robô.
    Precisa de ajuda? Não sabe como se preparar e se posicionar neste novo mercado? Deixe seu comentário e entre em contato, como Coach poderei ajudá-lo a se preparar para este novo mercado.

  • 0 Comentários:

    Vamos teclar no Whatsapp?

    Clique ao lado e mande sua mensagem! Vou te atender tão breve receba o seu contato.

    LOCALIZAÇÃO

    Rio de Janeiro, Brasil

    EMAIL

    contato@luetilneto.com.br
    luetil.neto@gmail.com

    TELEFONE

    +55 (21) 964 557 814

    CELULAR

    +55 (21) 964 557 814